jogos futebol

Siga nossas redes

Criptonews

Solana: criptomoeda mira Brasil destinando mais de R$ 50 milhões para expansão

O Brasil se uniu ao México com os dois únicos países da América do Sul a ter presença oficial da criptomoeda.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 5 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News
  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News

* ARTIGO

A Solana Foundation, empresa por trás da solana(SOL), aproveitou o bom momento da criptomoeda e anunciou na última segunda-feira (1) sua expansão para o Brasil com o lançamento oficial do “Superteam Brasil”. Com a iniciativa, o Brasil se une ao México como os dois únicos países na América Latina com essa presença oficial da solana.

A fundação destacou que o Brasil é um dos principais mercados de foco para a solana em 2024, junto ao desenvolvimento do protocolo nas áreas de tokenização, arte e Inteligência Artificial.

Solana

O projeto Superteam está presente em oito países e visa criar oportunidades de aprendizado, prática (build) e trabalho (earn) para seus mais de 700 membros e 10 mil participantes. Segundo a empresa, seus membros são responsáveis pela metade dos projetos vencedores dos hackathons — competições de startups em web3 — da solana. 

O seu impacto é significativo: elejá gerou mais de US$ 650 milhões em prêmios distribuídos, e tem tendo forte contribuição para os mais de R$ 15 milhões em oportunidades pagas de trabalho gerados pela plataforma.

Valorização astronômica da solana ao longo de 2023. (Imagem: Cotação das criptomoedas, jogos futebol)

De acordo com o comunicado, o investimento previsto para fomentar a expansão da criptomoeda no ano de 2024 é na casa dos R$ 50 milhões. O movimento de expansão da solana ocorre diante da alta da criptomoeda SOL, que registrou 930% de alta em 2023, assumindo a posição de quinto maior do mercado e voltando a atrair investidores e capital nos últimos meses.

Por dentro do Superteam Brasil

OSuperteaminiciou como uma DAO (organização autônoma descentralizada) apoiando no desenvolvimento da comunidade da solana. Atualmente, se transformou em uma equipe de liderança altamente qualificada que serve como extensão da Solana Foundation.

O head de América Latina da Solana, Diego Dias, será responsável pela implementação do Superteam no país. Seu lançamento contará com uma série de atividades online e presencial para entusiastas da criptomoeda e o público geral durante o verão sob o tema “Solana Summer Brasil”.

Para aproveitar o período do carnaval, os eventos ocorrerão durante os meses de janeiro e fevereiro de 2024.  Entre eles estão workshops educacionais, chamados de “Solana Summer Sessions” e encontros denominados “Supermeets”. Por fim, também irá envolver entusiastas e público em geral em uma competição de onboarding na rede da criptomoeda. 

Além de selecionar os primeiros membros do Core Team, o Solana Summer Brasil é a primeira campanha local da solana para reforçar o relacionamento com a comunidade brasileira.

O movimento de expansão da solana ocorre ao mesmo tempo em que a SOL registra um dos melhores desempenhos dos últimos anos. Com uma alta de mais de 930% em 2023, o ativo assumiu a posição de quinto maior do mercado e voltou a atrair investidores e capital.

Desempenho da Solana em 2023

Conhecida por suportar transações rápidas e de baixo custo, a solana se posiciona como uma forte concorrente do ethereum (ETH). Recentemente, as cotações da solana atingiram US$ 120, um feito inédito desde abril de 2022 após o colapso do ecossistema Terra Luna. 

Acapitalização de mercado da criptomoeda atingiu US$ 42,7 bilhões no início de 2024, ampliando sua distância para grandes projetos como a XRP. Atualmente, a criptomoeda SOL está sendo negociada por cerca de US$ 100, e saltou de mais de 70% apenas em dezembro de 2023.

Solana chega a quinta posição como maior criptomoeda em valor de mercado. (Imagem: Reprodução/CoinMarketCap)

Muito dessa disparada se deve à especulação intensa no mercado bem como aos airdrops que estão atraindo um número crescente de traders para experimentar as infraestruturas baseadas em solana. 

Em uma virada notável no mundo das criptomoedas, a rede chegou a superar a do ethereum em dois aspectos críticos no final de 2023: volume em exchangesdescentralizadas (DEX) e vendas de tokens não fungíveis (NFTs). O volume de DEX na solana, por exemplo, disparou, atingindo mais de US$ 10 bilhões. Enquanto isso, o volume do ethereum ficou na casa dos US$ 8,8 bilhões no mesmo período, de acordo com dados do DefiLlama.

O (re)interesse pelos memecoinstambém contribuiu para esse cenário. A Bonk(BONK)e aDogwifhat (WIF), ambas baseadas em solana, registraram aumentos significativos. Somente em dezembro a bonk saltou acima de 260%. 

Memecoin BONK dispara no fim de 2023. (Imagem: Reprodução/TradingView)

Além disso, grandes corporações como Visa e Shopify adicionaram suporte para Solana, consolidando ainda mais a posição da criptomoeda na indústria cripto.

Apesar de enfrentar panes frequentes e de — ainda — estar se recuperando do colapso da FTX, ao mesmo tempo em que traders e investidores voltaram a apostar suas fichas na solana, se questionam se a rede conseguirá manter sua trajetória de crescimento a longo prazo.

Veja também

As informações, análises e opiniões contidas neste artigo são de inteira responsabilidade do autor e não do jogos futebol e das instituições com as quais ele tem ligação.

Boletim jogos futebolBoletim jogos futebol
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
jogos futebol Mapa do site